Authorizations, license

Visible by: Everyone
All rights reserved

212 visits

Igreja de S. Domingos

Igreja de S. Domingos
Esta igreja é uma verdadeira resistente! Nasceu em 1298, foi quase derrubada pelo terremoto de Lisboa de 1755, ardeu em 1990 e, lá está, sempre de portas abertas aos seus fiéis!

Mirandasan has particularly liked this photo


8 comments - The latest ones
Rita Guimaraes
Rita Guimaraes
Que lindas, as cores e toda a nave central.
Amo de paixão todas estas relíquias que os europeus souberam guardar, muito embora as intempéries e as burrices dos que tentaram desconstruir.
Bela foto, menino.
4 years ago.
Rogerio Guerra Santos
Rogerio Guerra Santo…
Vc gostaria de ver a multiplicidade étnica que se junta nesta zona da cidade e todos vestidos com os seus trajes tradicionais! Principalmente africanos de diversas origem e orientais da Índia, Paquistão e Bangla Desh! Restaurantes das origens que emanam um cheiro a caril impressionante! Ontem não me consegui segurar e fui comer num indiano de comida goesa, camarão Tikka e Borrego com caril e hortelã!
4 years ago.
Lucia Araujo
Lucia Araujo
Bela construção!
Também me impressiona o cuidado com o passado, é muito bonito.
4 years ago.
Rogerio Guerra Santo… has replied to Lucia Araujo
Existe algum cuidado com preservação histórica, mas deveria melhorar se houvesse mais dinheiro!
4 years ago.
Ana Lucia
Ana Lucia
essa igreja é maravilhosa, impressiona estar aí dentro
4 years ago.
Rogerio Guerra Santo… has replied to Ana Lucia
O peso da história é impressionante!
4 years ago.
Ana Lucia
Ana Lucia
soube (se não me engano quem me contou foi a Erm) que essa igreja também foi palco, ou testemunha, de episódios horripilantes da época da Inquisilão...
4 years ago.
Rogerio Guerra Santo… has replied to Ana Lucia
Da Igreja não sei, mas o largo da igreja, o Largo de S. Domingos, esse sim, foi palco de diversos "atos de purificação", ou seja, pessoas grelhadas na fogueira! Não adimira, pois São Domingos foi um dos impulsionadores da Inquisição.

"O texto do João José Cardoso fez que experimente uma emoção que me assola sempre que vou ali para os lados do Rossio. Sabemos todos que naquele Largo, tivemos a Igreja de S. Domingos que ainda lá esta, no local onde hoje está o Teatro D. Maria estava a “Santa Inquisição” e seus calabouços e no largo a fogueira para limpeza de corpos e almas.

Acontece que por razões já muito bem conhecidas, num dia negro, alguem se lembrou de dizer que via uma imagem de um santo a brilhar, o que foi prontamente desmentido por um Padre que explicou que se tratava de um raio de sol que entrava pelos vitrais da Igreja e provocava aquele “milagre”. Grassava a peste em Lisboa, as almas andavam inquietas e logo ali se puseram a escorraçar e perseguir “cristãos novos”, tendo a turba morto um milhar e meio de pessoas.

Acontece que naquele largo foram à fogueira muitas pessoas e fico chocado que naqueles painéis apenas se homenegeie os Judeus.

Tenho pena que em vez de uma visão distorcida que pode levar as pessoas a pensar que só os Judeus foram vítimas, a Igreja católica, a Câmara e a Embaixada de Israel não tenham afinado pela justiça e pela equidade."
4 years ago.