See also...

Photo and Poetry Photo and Poetry


Haiku and beyond Haiku and beyond


Poems Poems


See more...

Keywords

photo + text


Authorizations, license

Visible by: Everyone
All rights reserved

96 visits

NIGHTMARE

NIGHTMARE
There are blood-pink spots on my brain
are they clouds of the nightmare
that depression pushes
into me
or are they clots navigating
the arteries of the body
in search of the harbour
of my death?!

///

PESADELO

Há manchas rosa-sangue no meu cérebro
são nuvens do pesadelo
que a depressão empurra
dentro de mim
ou serão coágulos a navegarem
nas artérias do corpo
à procura do porto
de minha morte?!

by Armando TABORDA, 2020

(photograph taken from Internet - published under the fair use doctrine for non-commercial educational purposes)

goandgo, cammino, buonacoppi, beverley and 6 other people have particularly liked this photo


26 comments - The latest ones
 Armando Taborda
Armando Taborda club
Je te remercie le fave, Malik Raoulda!
11 months ago.
 Annemarie
Annemarie club
a sad poem........well done anyway Armando
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to Annemarie club
Thanks much, Annemarie!
11 months ago.
 Xata
Xata club
Vou ser terra a terra: vê menos coisas sobre o virus e olha para a beleza das pequenas coisas...
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to Xata club
...a ameaça da pandemia reforça o meu prazer na beleza das pequenas coisas, Isabel...embora, de facto, nunca tenha sido muito optimista...sou mais sensibilizado pela realidade que me/nos cerca...
11 months ago.
Xata club
has replied to Armando Taborda club
Essa realidade propositadamente apresentada da forma mais anxiogena possível para nos fazer acatar normas e diktats pelo medo, já que pela razão não se vai lá... terá consequências que nem imaginamos, ou que correspondem aos piores cenários.
Das news vejo o mínimo como forma de me preservar e ao mesmo tempo de estar mínimamente informada.
Um pouco comprido, mas merece ser lido:

De ANTÓNIO BARRETO

“É simplesmente desmoralizante. Ver e ouvir os serviços de notícias das três ou quatro estações de televisão é pena capital. A banalidade reina. O lugar-comum impera. A linguagem é automática. A preguiça é virtude. O tosco é arte. A brutalidade passa por emoção. A vulgaridade é sinal de verdade. A boçalidade é prova do que é genuíno. A submissão ao poder e aos partidos é democracia. A falta de cultura e de inteligência é isenção profissional.

Os serviços de notícias de uma hora ou hora e meia, às vezes duas, quase únicos no mundo, são assim porque não se pode gastar dinheiro, não se quer ou não sabe trabalhar na redacção, porque não há quem estude nem quem pense. Os alinhamentos são idênticos de canal para canal.

Quem marca a agenda dos noticiários são os partidos, os ministros e os treinadores de futebol. Quem estabelece os horários são as conferências de imprensa, as inaugurações, as visitas de ministros e os jogadores de futebol.

Os directos excitantes, sem matéria de excitação, são a jóia de qualquer serviço. Por tudo e nada, sai um directo. Figurão no aeroporto, comboio atrasado, treinador de futebol maldisposto, incêndio numa floresta, assassinato de criança e acidente com camião: sai um directo, com jornalista aprendiz a falar como se estivesse no meio da guerra civil, a fim de dar emoção e fazer humano.

Jornalistas em directo gaguejam palavreado sobre qualquer assunto: importante e humano é o directo, não editado, não pensado, não trabalhado, inculto, mal dito, mal soletrado, mal organizado, inútil, vago e vazio, mas sempre dito de um só fôlego para dar emoção! Repetem-se quilómetros de filme e horas de conversa tosca sobre incêndios de florestas e futebol. É o reino da preguiça e da estupidez.

É absoluto o desprezo por tudo quanto é estrangeiro, a não ser que haja muitos mortos e algum terrorismo pelo caminho. As questões políticas internacionais quase não existem ou são despejadas no fim. Outras, incluindo científicas e artísticas, são esquecidas. Quase não há comentadores isentos, ou especialistas competentes, mas há partidários fixos e políticos no activo, autarcas, deputados, o que for, incluindo políticos na reserva, políticos na espera e candidatos a qualquer coisa! Cultura? Será o ministro da dita. Ciência? Vai ser o secretário de Estado respectivo. Arte? Um director-geral chega.

Repetem-se as cenas pungentes, com lágrima de mãe, choro de criança, esgares de pai e tremores de voz de toda a gente. Não há respeito pela privacidade. Não há decoro nem pudor. Tudo em nome da informação em directo. Tudo supostamente por uma informação humanizada, quando o que se faz é puramente selvagem e predador. Assassinatos de familiares, raptos de crianças e mulheres, infanticídios, uxoricídios e outros homicídios ocupam horas de serviços.

A falta de critério profissional, inteligente e culto é proverbial. Qualquer tema importante, assunto de relevo ou notícia interessante pode ser interrompido por um treinador que fala, um jogador que chega, um futebolista que rosna ou um adepto que divaga.

Procuram-se presidentes e ministros nos corredores dos palácios, à entrada de tascas, à saída de reuniões e à porta de inaugurações. Dá-se a palavra passivamente a tudo quanto parece ter poder, ministro de preferência, responsável partidário a seguir. Os partidos fazem as notícias, quase as lêem e comentam-nas. Um pequeno partido de menos de 10% comanda canais e serviços de notícias.

A concepção do pluralismo é de uma total indigência: se uma notícia for comentada por cinco ou seis representantes dos partidos, há pluralismo! O mesmo pode repetir-se três ou quatro vezes no mesmo serviço de notícias! É o pluralismo dos *papagaios no seu melhor!

Uma consolação: nisto, governos e partidos parecem-se uns com os outros. Como os canais de televisão.
Papagaios não, chilreada de periquitos sim!”
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to Xata club
Li-te a ti e ao António Barreto, acho que fazes muito bem...e concordo inteiramente com ele.
11 months ago.
 Malik Raoulda
Malik Raoulda club
J’étais pressé tout a l'heure et je reviens pour découvrir ce que tu as écris et il me semble que tu es un peu sévère avec toi même...Le sang circule normalement et les artères fonctionnent a merveille,tout est illusion..!
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to Malik Raoulda club
Non, Cher Malik, j'ai la maladie coronarienne!
11 months ago.
Malik Raoulda club
has replied to Armando Taborda club
Alors il faut suivre les consignes a la lettre..!
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to Malik Raoulda club
Est ce que j'essaye de faire, Malik! :)
11 months ago.
 Fred Fouarge
Fred Fouarge club
akelige droom ?
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to Fred Fouarge club
Most nights!
11 months ago.
 J.Garcia
J.Garcia club
Concordo, Armando
É um pesadelo!
Mas gosto do verso "..nuvens do pesadelo..."
11 months ago. Edited 11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to J.Garcia club
Obrigado, Judite! Haverá pesadelos sem nuvens?
11 months ago.
 Ulrich John
Ulrich John club
Great, Armndo !
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to Ulrich John club
Thanks much, John!
11 months ago.
 vero
vero club
Armando, tu as fais un cauchemar? une Bonne Journée, bisous
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to vero club
Presque toutes les nuits, Vero!
11 months ago.
 Armando Taborda
Armando Taborda club
Thanks for fave, goandgo!
11 months ago.
 beverley
beverley club
it's very unusual . . .love the colour . . . at first I thought it was a poppy
and so I hope it not the issues you mentioned . . . !
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to beverley club
...coronary disease, yes, since a few years now, under control, I hope...
11 months ago.
 Armando Taborda
Armando Taborda club
Thanks for fave, buonacoppi!
11 months ago.
 cammino
cammino club
Don't think about the previous illness, think positive!
11 months ago.
Armando Taborda club
has replied to cammino club
...I live with it since a few years now...
11 months ago.
 Armando Taborda
Armando Taborda club
Thanks for fave, goandgo!
8 months ago.

Sign-in to write a comment.