Authorizations, license

Visible by: Everyone
All rights reserved

29 visits

Inevitável Naufrágio


Barcos que singram
águas perdidas
em submersas correntes
barcos que navegam
segredos escondidos
barcos apenas barcos
indo e vindo
com seus cascos coloridos
por dias infindos
neste braço de rio

Que barcos são estes
a me puxar, me puxar
como sereias
ao lugar onde vou me afogar ?

Que barcos são estes
por gerações a passar a passar
como em funerário cortejo
no qual minh’alma se deixa levar
sem medo de não voltar
como se a morte fosse
inevitável naufrágio ?

Que barcos são estes?
Quem me há de dizer
dos solitários amores
de cada vago sonho e presságio
gravados em suas proas?

Quem me há de dizer
que barcos são estes
em que hei de morrer?...

Comments