a Norte do rio, a Sul deste mar

o mar de um azul branco
- cheio de ti -
encontra-me na orla aos domingos... -

não tivesse mais da minha gente
aonde ancorar

[morria-me.


Dedicado a Solange


-- Antero Guedes --
Agosto/2012