Assim são os dias e as noites sem aquele teu abraço.


O anódino elixir que catalisa o meu viver, em tempos de inexorável escuridão e demente dor...