A evolução da taxa de criminalidade em portugal está a tomar proporções alarmantes, envolvendo maioritariamente indivíduos pertencentes à faixa etária juvenil.

Cada vez mais as pessoas têm medo de sair à rua, cada vez se ouve com mais frequencias nas notícias televisivas a ocorrencia de um homicídio ou de um assalto, em geral, actos criminosos, e a policia nada consegue fazer.

Mas afinal, apresentarei uma breve definição de crime. Crime, em termos juridicos, é toda atitude tipica e anti-juridíca, praticada por um ser humano. Num sentido vulgar, crime é um acto que viola uma norma moral. Existem vários tipos de crimes:

Crimes contra a vida: Homicídio e Induzimento, instigação ou auxílio ao suicídio.

Crimes contra a honra: Injúria, calúnia e difamação.

Crimes contra o património: Furto, roubo, latrocínio, receptação, dano, extorsão, extorsão mediante sequestro, estelionato, violação de direito autoral e violação de direito de marca.

Estamos a caminhar para um futuro negro, tal como a nossa geração... É a geração juvenil que mais problemas tem causado a nível de comportomentos marginais e criminais, mas é também esta gerção que poderá dar à volta a realidade em que vivemos, no sentido positivo ou negativo, embora pareça que, por enquanto, o rumo do nosso futuro esteja a ir no caminho negativo.

A geração de hoje é o futuro de amanhã. O futuro pode ser positivo ou negativo, conforme a nossa geração de hoje o construir, por isso, estamos a trabalhar num projecto sobre este tema, para percebermos quais os factores que se encontram na base da marginalidade/criminalidade, perceber a mentalidade dos indivíduos que se envolvem em comportamentos delinquentes.



Publicado por:
SuSsAnA