O FALÓPIO II

Porquê, então, o epónimo das trompas uterinas?

Ninguém sabia, era mistério do bairro.
Uma vizinha dizia que ele era tão feio
tão feio que só podia ter nascido
nas trompas do dito cujo Falópio,
outra jurava que se devia
às trombas elefantinas de mau feitio
que ele trazia geneticamente afiveladas.

Mas isso também não é importante,
talvez fosse para o ele, o Falópio, mas para
os leitores da história é de somenos interesse.

Mas qual é, afinal, a história, perguntarão!
- Mas qual é, afinal, a história?
Calma, eu passo a contar!