Parque Nacional de Itatiaia – Travessia Rebouças – Serra Negra - Maromba – 07 à 09 de Setembro de 2012

Localização: Itatiaia-RJ

Contato:

Horário de funcionamento:

Onde comer: Deverá levar alimentação para três dias, por segurança.

Valores:
http://www.icmbio.gov.br/portal/o-que-fazemos/visitacao/ucs-abertas-a-visitacao/188-parque-nacional-do-itatiaia.html

Histórico:
Esta travessia além de ter uma paisagem maravilhosa, ainda existe a possibilidade de encontrar os Tropeiros do Parmesão. O Globo Rural fez uma matéria completa sobre eles.

Trilhas / Relato:
Partimos em direção a cidade de Itamonte/MG no dia 06/09 á noite. Chegamos por volta das 22h00min no camping da Vovó Lilica. Já acertado previamente com um taxi, agendamos a corrida para às 06h00min do dia seguinte. Chegamos na entrada do PNI por volta das 8:00.
Parte burocrática resolvida, iniciamos a trilha por volta das 08h45min. Seguimos a estrada em direção ao abrigo Rebouças. Garrafas d’água abastecidas, partimos em direção a Cachoeira do Aiuruoca. Chegamos a uma bifurcação, aonde a direita iríamos para a Pedra do Altar e seguindo em frente, iríamos para a Asa do Hermes. Nossa escolha foi para a Asa do Hermes e este foi nosso grande erro. Descobri após algum tempo que estávamos errados e tentamos chegar ao Vale dos Dinossauros por uma antiga trilha onde resultou em alguns arranhões e umas 2 horas de atraso.
No Vale dos Dinossauros, ficamos um pouco hipnotizados com a paisagem e aí resultou em mais alguns atrasos.
Mais algum tempo caminhando, chegamos a cachoeira do Aiuruoca, onde tivemos mais um merecido lanche.
Ciente dos atrasos, seguimos de forma mais rápida e passamos pelos abrigos e por volta das 18h00min chegamos ao último dos abrigos. Ali precisávamos tomar a decisão se continuávamos ou ficaríamos por ali. Decidimos em continuar...
Apesar de grande cansaço, ainda acho que tomamos a decisão certa, pois chegamos à pousada/camping do falecido Sr. José Anísio por volta das 22h00min e conseguimos negociar um ótimo preço pelo Chalé. Tivemos temperatura negativa à noite e a boa noite de sono nos ajudou a recarregar energias para o dia seguinte.
Na manhã seguinte, tivemos um excelente café da manhã e arrumamos a bagunça e partimos para mais um dia de caminhada.
Encaramos a subida de “Deus me livre”, a qual é muito pesada. No fim da subida, encontramos uma caixa d´água que conseguimos encher nossas garrafas.
Caminhando mais algum tempo, tivemos a honra de conseguir encontrar com os Tropeiros do Parmesão, onde me deixou muito feliz. O queijo e o mel são de compra quase obrigatória.
Por volta das 17h00min chegamos à vila de Maromba. Assim que chegamos à vila, contratei um taxi para nos levar até o Camping do Torno, na vila de Maringá.
Após uma ótima pizza de truta defumada na Oficina da Pizza na vila de Maringá, tivemos uma boa noite de sono.
No Domingo, o taxista de Itamonte foi nos buscar para pegarmos o carro e de lá partimos para casa.

Dicas:
Saia bem cedo e evite fazer muitas paradas, pois a caminhada é puxada.
Negocie o transporte com antecedência.
Deverá solicitar autorização ao PNI pelo menos 1 mês de antecedência.

Tracklog:
http://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=3376131

Links sugeridos:
http://www.icmbio.gov.br/portal/o-que-fazemos/visitacao/ucs-abertas-a-visitacao/188-parque-nacional-do-itatiaia.html

Camping: http://www.rotaturismo.com.br/hoteis/vovo_lilica.htm

Reportagem Tropeiros do Parmesão:
Parte 1
http://www.youtube.com/watch?v=LYvEINa2J38
Parte 2
http://www.youtube.com/watch?v=gXYlMywlPAo
Parte 3
http://www.youtube.com/watch?v=ZKZnruy0has
Parte 4 - Final
http://www.youtube.com/watch?v=F9p4dN64yFs