Um homem que está livre da religião tem uma oportunidade melhor de viver uma vida mais normal e completa.

Sigmund Freud.



E o porquê da frase citada acima? É porque simplesmente eu concordo totalmente e absolutamente com ela. E também pra um embasamento mais confiável.

A religião, deuses, santos e afins nos cegam, escondem a realidade de nós, dizendo-nos que é só rezarmos e pronto, o seu Deus tão amado e confiável te dará aquilo que você quer/merece. Não é bem por esse lado, mas resumidamente e, grosso modo, é assim que funciona. Tenho visto também as pessoas trocando seu suado dinheiro por um lugar ao céu. Não que isso seja novo, mas ultimamente, acho que o quadro se agravou e bastante. Mas não vem ao caso agora, pois isso é polêmico demais e triste de se ver.

Eu quero falar sobre a cegueira. Sobre a nossa cegueira. Sobre a cegueira dos olhos humanos para a realidade. A religião é grande culpa disso. O pensamento de que temos que acreditar em algo superior, o pensamento de que nós somos o animal escolhido para a salvação. Nós, humanos, temos mania de perfeição, temos mania de querer melhorar, mania de sempre nos rebaixarmos, pois estamos feios, gordos e chatos perante a sociedade, e o que fizemos para achar a perfeição? Criamos um homem, sábio, onipotente, onipresente, que criou o mundo em seis dias e é perfeito. Não foi exatamente assim, acredito eu. Acredito que tudo seja interligado, uma crença seja derivada de outra, e não existe nada concreto e totalmente verdadeiro, se bem que eu não acredito em nada, até da ciência duvido um pouco, mas continuando, independente de qual a sua origem certa, nós criamos um deus.

Só quero deixar expressa aqui a minha opinião diante disto.

Qual o porquê de acreditar num homem que deixa os seus filhos desse jeito? Tudo bem, pode contestar dizendo que na Bíblia está escrito algo que comprove que isso estava nos planos de Deus, mas que deus, que entidade divina, faz isso com os filhos? Qual a necessidade de acreditarmos num deus mau, ruim, que castiga aqueles que não acreditam nele?

Isso tudo, esse deus, essa religião, seja ela qual for, nos impede de viver como humanos verdadeiramente, nos impede de ver o que está debaixo no nosso próprio nariz, a realidade, crua e nua, ou nua e crua.

Não quero ser cego, quero enxergar a real causa daquela fome, daquela miséria, quero ver que tudo é pela obsessão do homem, que é tudo pela fome do dinheiro, pelo Capitalismo, pelos atos impensados, pelas ações contra aquilo que nos faz bem.

Eu quero enxergar que só vai mudar se nós tomarmos uma atitude pensando por nós mesmos, e não esperando uma intervenção divina, mesmo que mínima. Eu quero ver o próprio ser humano revertendo tudo aquilo que ele fez por saber que nada além do que ele fizer existirá para tal ação.



Eu quero enxergar, e eu posso dizer que consigo.



"A religião é o ópio do povo”.

Karl Marx.



E por favor, não se drogue mais.