Não refugie a tua poesia em palavras herméticas e sentidos obscuros. Bem verdade que assim dás o dom de cada leitor de construir outro poema. Mas poesia não é fechar portas criar incompreensões herméticas. Escreva com palavras simples e abra as portas com facilidade para cenários complexos e profundos da tua alma. Seja simples como aquiloi que brota na semente e verdeja na complexidade de um ser vivente.