A solução de um problema é o processo de juntar e estudar informações para desenvolver hipóteses para o desempenho funcional e o estabelecimento de objetivos para a intervenção terapêutica. As insuficiências de controle de movimentos, as deficiências secundárias e os padrões de movimentos compensatórios ou atípicos, devem ser identificados, para tronco, braços e pernas em relação com a limitação funcional de cada paciente.