Em 1994, o fotógrafo Sudanês Kevin Carter ganhou o prêmio Pulitzer
de foto jornalismo com uma fotografia tomada na região de Ayod (uma
pequena aldeia em Suam), que percorreu o mundo inteiro.
A figura esquelética de uma pequena menina, totalmente
desnutrida, recostando-se sobre a terra, esgotada pela fome, e a ponto de
morrer, enquanto num segundo plano, a figura negra expectante de um abutre
se encontra espreitando e esperando o momento preciso da morte da garota.
Quatro meses depois, abrumado pela culpa e conduzido por uma forte
dependência às drogas, Kevin Carter suicidou-se.
 

In 1994, the Sudanese photographer Kevin Carter won the Pulitzer Prize
photo journalism with a photo taken in the region of Ayod (a
small village in Suam), who traveled the world.
The skeletal figure of a little girl, totally
without nutrition, on the ground, exhausted by hunger, and the point of
die while in the background, the picture of an expectant black vulture
is watching and waiting for the precise time of death of the girl.
Four months later, the guilt and led by strong
addiction to drugs, suicide is Kevin Carter.