O cérebro é o elemento responsável pela racionalidade humana. Trata-se dum orgão bastante complexo, responsável por funções de organização e resposta, percepção, motricidade, memória e inteligência.

À partida podemos rapidamente concluir que o cérebro vai ser único para cada indivíduo humano, porque o desenvolvimento inicial deste depende do genótipo, e todos os indíviduos possuem genótipos diferentes à excepção dos gémeos, no entanto apesar de todas estas definições genéticas que nos são cedidas à nascença, o cérebro com influência de factores externos vai-se desenvolver ultrapassando todas estas e tornando assim impossível a existência de cérebros iguais.

O cérebro humano apresenta uma grande plasticidade, sendo este um dos principais elementos pela singularidade de cada um. As experiências que cada sujeito atravessa, desde as intra uterinas até às que decorrem ao longo da vida, modificam o cérebro, tornando-o um orgão mais único até que o rosto.