"As montanhas não são estádios onde satisfaço minha ambição de lucros, são as catedrais onde pratico minha religião. Eu vou a elas como as pessoas vão à oração. Desde seus majestosos cumes vejo meu passado, sonho o futuro e, com uma inusual agudeza, experimento o momento presente... minha visão aclara-se, minhas forças renovam-se. Nas montanhas eu celebro a criação. Em cada viagem nasço de novo."
Anatoli Boukreev