< A chuva cai devagar devagarinho olho o Céu, a chuva cai olho as pedras do caminho. A chuva cai, olho da minha vidraça vejo o Céu olho a lua vejo a gente que passa... Cai a chuva sopra o vento devagar bem de mansinho oiço o choro de um lamento Cai a chuva sopra o vento no meu rosto de mansinho sopra o vento num lamento Cai a chuva sopra o vento! São Percheiro tardes de Abril