< Afinal o que é ser amigo? Virtual ou nao, ele é simplesmente o amigo, sem rosto quantas vezes marcado pelo desgosto, ele é o amigo que nao tem pàtria nem lar, que mora em qualquel lugar, sem raça que diferença faz, se afinal ele é aquele abrigo que na hora certa està ali presente, sempre com um afago, um abraço quente quando é preciso, nos alegra com seu sorriso, sua mao se estende, e agente entende que nao està so! Ser amigo ao sem abrigo que num palàcio sente a maior solidao, e é essa mao que se estende, e agente entende que nao està so! Nas noites longas, quando o coraçao aperta, toca o telefone, alguém do outro lado que nos conforta, que nos acalenta, que nos dà a força que por vezes nos falta, é esse o amigo virtual ou nao, que nos dà sua mao, sem nada perguntar, sem saber de onde vem, apenas aquela voz carinhosa, que sem nada perguntar, està ali presente, e agente acaba por adormecer em paz, para depois voltarmos a sonhar! Obrigada amigo por existires, sem formas sem rosto, mas sempre presente! Sao Percheiro (dia do amigo)