</a Eu nada sei, apenas escrever o que sinto, e neste momento em que nao minto me retrato no olhar do passado e sinto... Sinto pena, como a pena com que escrevo saudade de algo que nunca encontrei e mesmo quando chorei nao sabia bem a quem julgar! Como um passaro ferido de tudo perdi o sentido e hoje eu continuo sem nada saber apenas escrever o que sinto! Sao Percheiro 21 de Agosto 2013