Gosto do seu sorriso descontraído, ás vezes atrevido Gosto dos seus olhos cor de mel, do teu jeito assim indecifrável um tanto frio amável mesmo assim... Me confunde e me deixa frágil mas feliz seu jeito de ser tem um não sei quê ainda mais amável Quem te conhece nunca te esquece, te tornas inesquecível... Sabe a mel adocicado, molhado pelos bagos de uva sêca sempre uma companhia para além do que nos separa, Nem que seja aquele abraço, calado colado pelo sorriso atrevido onde o olhar cor de mel me leva para o outro lado. Gosto de sua proteção, quando perdida esqueço a hora o tempo, mas não importa se a demora do tempo esperado passa ao lado correndo sem tempo, de parar...olhar, mas valeu apena. Vale sempre apena se esse amigo é mais que um irmão, basta que seja a razão que nos passa um momento de felicidade... São Percheiro