Com este chapeu meio preto eu vou venho, saio entro e nunca me prometo! Senhora do meu nariz como quem diz... Nem sempre, ... porque nem sempre estou contente! Com este meu chapeu que faz de veu escondendo meu pranto... E entretanto Eu nunca mas nunca me comprometo! Improviso numa tarde sem sol! Sao Percheiro Pareceu-me que batiam corri abri o ferrolho a porta abri tornei a fechar desci! Era o Inverno com borroes de tinta no velho caderno! Sao Percheiro Poemas de Maio Aqui foi no Baile da Chita estava feliz contente me sentia a mais bonita no meio de tanta gente... Até depois