Hoje, especialmente para ti hoje talvez porque a saudade e a tristeza bate um pouco no peito... E digo especialmente para ti amigo, que nunca me esqueceste neste ano que terminou.. Foram momentos de dura solidão neste calêndário onde por vezes os dias correm lentos e tristes como aves aprisionadas. Especialmente para ti, que sempre arranjaste maneira de me trãnsportar para locais onde sem ti me seria impossível conhecer. Cada mensagem tua era um sonho meu que conseguia por momentos realizar, bem hajas por isso por me levares contigo aos quatro cantos do mundo... Foram tantas as paisagens lindas onde me levaste sempre com entrada livre e um lugar especial que sempre me guardavas. Foram muitos os Paises que visitei, as Operas e Concertos que ouvi, sempre no trãnsporte gratuíto que tu amigo especial sempre me reservavas o lugar... Nunca esquecerei as tuas palavras sempre traduzidas em línguagem simples sem que tivesse de perder o minimo detalhe. Me perdoa se eu por vezes não te mencionava, mas bem sabes que esse lugar especial eu o reservava na tua companhia. Adeus amigo especial, quem sabe me dás as boas vindas no ano que breve iremos iniciar, sempre juntos espero, por isso um até breve... São Percheiro