Maria Percheiro's articles


Historia do fado - História do Fado Os portos de mar sempre foram locais de partida e chegada de pessoas e mercador… - November 25, 2013


Amigos irmaos - November 25, 2013


O nada - Os lobos uivam o cao ladra tenho medo... O nevar a geada o silencio o nada! Mas os… - November 24, 2013


See all articles...

Authorizations, license

Visible by: Everyone (public).
All rights reserved
68 visits

Amigos irmaos




Gosto do seu sorriso descontraído, ás vezes atrevido
Gosto dos seus olhos cor de mel, do teu jeito assim
indecifrável um tanto frio amável mesmo assim...
Me confunde e me deixa frágil mas feliz
seu jeito de ser tem um não sei quê ainda mais amável
Quem te conhece nunca te esquece, te tornas inesquecível...
Sabe a mel adocicado, molhado pelos bagos de uva sêca
sempre uma companhia para além do que nos separa,
Nem que seja aquele abraço, calado colado pelo sorriso atrevido onde o olhar cor de mel me leva para o outro lado.

Gosto de sua proteção, quando perdida esqueço a hora o tempo, mas não importa se a demora do tempo esperado passa ao lado correndo sem tempo, de parar...olhar, mas valeu apena.

Vale sempre apena se esse amigo é mais que um irmão, basta que seja a razão que nos passa um momento de felicidade...





São Percheiro





Anexo:Poema_aos_Amigos.pps

Comments