Seguindo vai o Tempo atrás da Vida
que tem como baliza a eternidade.
Quer seja atribulada ou colorida,
ninguém se furta à dor nem à saudade.

Eu vivo em harmonia, seduzida
por essa estranha força da verdade
em mágicas palavras traduzida:
- a Fé, Amor, Justiça e Liberdade.

Da vida eu apartei-me um quase nada
e logo me senti amordaçada.
E tudo se quebrou à minha volta.

A dor não me venceu! Me fiz Poeta...
Mas longe, longe estou da minha meta
pois anda o desengano à rédea solta...



Lise Lótus