Hoje em dia os jovens dispõem de mais meios que possibilitam adquirir conhecimentos fora da escola. Toda a tecnologia que lhes é proporcionada em casa é um forte meio de constante aprendizagem quando usada de uma forma correta. Por vezes, o facto de as escolas ainda não disporem de muitas novidades tecnológicas como método de ensino pode ser um fator que desmotiva os alunos, levando-os ao desinteresse.

Devido a esta situação e também ao facto de muitas crianças não terem possibilidade de ter acesso às tecnologias como maneira de aprendizagem, tanto no nosso país como noutros, são criados vários projetos que permitem a distribuição de computadores portáteis a baixos custos a milhares de crianças em todo o mundo. Estes projetos têm como objetivo integrar estas pessoas no novo mundo do conhecimento, fazendo com que não fiquem excluídos e impossibilitados de ter sucesso e contribuir para o desenvolvimento do seu país.

Deste modo as desigualdades na sociedade tendem a desaparecer, tornando-se mais competitiva, proporcionando uma sociedade mais livre evitando a exclusão de indivíduos.

A escola tem um papel fundamental nesta área, é responsável de dotar o homem de capacidades para competir com o avanço tecnológico, condicionando-o, de maneira a que este avanço não seja autónomo, e possa ser controlado, de modo, a que sejam as nossas necessidades a corresponder ao desenvolvimento tecnológico e não o desenvolvimento tecnológico a ditar as nossas necessidades.