Aproveitei a dica da Denise Bottmann (meu contato no FB) e trouxe esta resenha sobre uma má tradução do célebre livro de Oscar Wilde, "O Retrato de Dorian Gray". Vale a pena ler.

A certa altura, diz A. Monte: "Em função da nova tradução de O RETRATO DE DORIAN GRAY (realizada pelo grande Jorio Dauster), a resenha abaixo mostra por que não indico as edições da Landmark."

Link pra resenha: armonte.wordpress.com/2011/04/08/o-retrato-desfigurado