Inevitável, ao menos por enquanto, voltar às comparações com o nosso velho, e já acabado, Multi, que nos deu tantas alegrias e proporcionou que a gente ainda esteja aqui hoje na conversa. O Iper 'tá melhorando e eu acho que tenho paciência pra esperar, desde que seja a forma de nos falarmos entre nós. Mas penso: enquanto o Multi congregava, reunia, chamava, o Iper peca pelo ritmo lento, com feedbacks (sorry) de longa espera. Já não há aquela "praça", com coreto e tudo, onde a gente ia passear e encontrava todo o mundo. O timing (sorry) é menos propício ao já, ao agora – é pra quando der, se calhar. Donde ser mais difícil ter boteco. A estrutura é outra: não há "paixão" – há comedimento. É namoro "de portão". rs.

Enquanto isso, o Facebook é "paixão de uma noite só", talvez duas, (três?), à qual cedemos mas que não nos satisfaz plenamente. Não como o Multi, paixão com continuidade, já virando amor – e virou! Afinal, estamos ainda aqui, não estamos? ;-)