Hoje , navegando na rede, me deparei com esta pérola:

"Não se deve estranhar que o perverso mecanismo do instinto especulativo tenha chamado a atenção de dois especialistas forenses que, por encomenda de uma universidade suíça, realizaram testes de inteligência e simulação computadorizada para medir o grau de egoísmo de 28 agentes de bolsa de valores e avaliar sua disposição de cooperar com o próximo. Resultado: os operadores de bolsa são mais irresponsáveis e manipuladores do que os psicopatas
Um dos especialistas, o psiquiatra Thomas Noll, afirmou ao semanário alemão Der Spiegel que os agentes “mais egoístas se sentiam mais dispostos a correr riscos do que um grupo de psicopatas submetidos aos mesmos testes”.

Noll destacou o aspecto destrutivo implícito na competitividade dos operadores de bolsa de valores, já que para eles “o mais importante é ganhar mais do que seus rivais e, em consequência, concentram suas energias em tentar superá-los”.

Quantas crises teremos que suportar antes que sejam estabelecidos controles para eliminar os riscos do sistema bancário atual e isolar a especulação financeira?"

Em:

operamundi.uol.com.br/conteudo/opiniao/28810/+na+europa+e+o+fundamentalismo+que+esta+na+moda.shtml