Requeiro à Mesa, na forma regimental, ouvido o Douto Plenário, que seja enviada Moção de Louvor ao Centro Cultural Maria Sabina, na pessoa de sua Fundadora, Ilma. Sra. Professora Neide Barros Rêgo, pelo seu cinquentenário de fundação, comemorado no presente ano.





Sala das Sessões, 13 de dezembro de 2011





WALDECK CARNEIRO

Vereador

Líder da Bancada do PT





JUSTIFICATIVA:



O Centro Cultural Maria Sabina foi fundado em 24 de junho de 1961, pela Ilma. Sra. Professora Neide Barros Rêgo, com o objetivo de realizar, na Cidade de Niterói, eventos líteromusicais. No início, o Centro Cultural foi batizado por Marly Prates com o nome de “Salão Maria Sabina”. Posteriormente, por sugestão de Franci Machado Darigo, passou a ser conhecido como “Salão de Cultura e Arte Maria Sabina”. Finalmente, o Ilmo. Senhor Edmo Rodrigues Lutterbach, expoente da literatura fluminense, propôs a denominação de “Centro Cultural Maria Sabina”.

O nome do Centro foi escolhido em homenagem à Professora de “Arte do Dizer”, Maria Sabina, poetisa, jornalista, professora e fundadora do Curso Olavo Bilac, no Rio de Janeiro.

O Centro Cultural Maria Sabina, localizado na Rua Santos Moreira, nº 52, casa 15, em Santa Rosa, Niterói, ao longo de seus 50 anos de existência em nossa Cidade, tem sido palco de belíssimos recitais de poesia, de inesquecíveis recitais de música, de elevadas homenagens e de doutas palestras. O LITERATO, Jornal das Letras de Niterói, órgão da Secretaria Municipal de Cultura, mantém, desde a sua criação, em 2009, um página reservada ao Centro Cultural Maria Sabina, dada a sua inquestionável relevância para a produção e a socialização da cultura em nosso município.

Assim, justifica-se a presente Moção de Louvor, em homenagem ao Jubileu de Ouro do Centro Cultural Maria Sabina, na pessoa de sua insigne fundadora, Neide Barros Rêgo.