Sinceramente... Dá-me graça saber que afecto alguém. Deu-me um gostinho tão bom, saber que afinal não passo despercebida. Já viste como a vida tem destas coisas, ironico, não é ? O cheiro, as expressões, o tal perfume... O que te faz lembrar de mim, em outras pessoas... Lá na tua mente vais recordar-me, exato, recordar. Posso ter chorado em primeiro, mas sabes, quem ri por fim ri sempre melhor. E, hoje, posso dizer ri !